barra
POR Lisboa - Página Inicial
CalendárioPrograma OperacionalRegulamentosAvisos/ConcursosCandidaturasAprovações
Sombra
  • 2015.11.05
    Rota dos Vinhos de Bucelas, Carcavelos e Colares apresenta nova aplicação
    Uma nova aplicação digital sobre a Rota dos Vinhos de Bucelas, Carcavelos e Colares vai ser apresentada, no domingo, com o objetivo de divulgar a produção vitivinícola dos municípios de Loures, Cascais, Oeiras e Sintra. Por ocasião do Dia Europeu do Enoturismo, que se assinala a 8 de novembro, será apresentada em Sintra uma nova aplicação para smartphones e tablets sobre a Rota dos Vinhos de Bucelas, Carcavelos e Colares, que surge no âmbito do projeto de dinamização e promoção das três regiões demarcadas da zona de Lisboa. (+)
  • 2015.11.03
    Prorrogado o prazo para apresentação de candidaturas aos Avisos no âmbito da Inclusão Social e Emprego do Programa Lisboa 2020
    (+)
  • 2015.10.26
    Nova FAQ sobre registo no Balcão 2020
    (+)
  • 2015.10.23
    CCDR LVT recebe delegação de agência de desenvolvimento regional turca
    No dia 22 de outubro, o presidente da CCDR LVT e gestor do POR Lisboa recebeu uma delegação turca da Agência de Desenvolvimento Regional de Zafer. (+)
  • 2015.10.21
    ESTÁ ABERTO O PERÍODO DE CANDIDATURAS À 6ª GERAÇÃO DO PROGRAMA ESCOLHAS
    No seguimento do Despacho normativo n.º19-A/2015, pu­blicado em D.R., 2ª série – n.º199, de 12 de Outubro de 2015, encontra-se aberto o processo de candidaturas ao Programa Escolhas. (+)
  • [ver mais]

Linha de Financiamento INVESTE QREN


investe_qrenO POR Lisboa disponibiliza 2.29 milhões de euros, através da linha de crédito Investe QREN, para ajudar a financiar os investimentos das empresas da Região de Lisboa, com projetos aprovados no âmbito dos Sistemas de Incentivos e do SIAC.  

 

 

A linha Investe QREN é um instrumento de engenharia financeira lançado pelo Governo português, considerando que:

- A conjuntura económica se tem revelado particularmente adversa para as empresas, que enfrentam dificuldades acrescidas no acesso ao crédito, quer para colmatar as suas necessidades de tesouraria quer para implementar os respetivos projetos de investimento, em especial os aprovados no âmbito do QREN, comprometendo o seu crescimento e modernização bem como a sua competitividade no mercado nacional e internacional;

- As empresas, e em particular as micro, pequenas e médias empresas são importantes agentes na dinamização da economia, mormente pelo relevante papel que desempenham ao nível das exportações, do emprego e do crescimento económico do país;

- No âmbito do empréstimo quadro (QREN EQ), que o Estado Português contratou com o BEI, se pretende que a segunda tranche do mesmo seja reorientada para o apoio às empresas e à envolvente empresarial, através das organizações empresariais e do sistema científico e tecnológico nacional, assegurando o financiamento da contrapartida nacional privada associada à realização de operações cofinanciadas por FEDER no âmbito do QREN;

- O estado português, através do IFDR, com a cooperação das instituições de crédito aderentes e do sistema nacional de garantia mútua conseguem lançar um instrumento financeiro de apoio ao investimento das empresas, segundo o qual as instituições de crédito aderentes, disponibilizam financiamento às empresas até um montante global de mil milhões de euros, dos quais 500 milhões provêm do empréstimo quadro (QREN EQ) celebrado entre o Estado Português e o Banco Europeu de Investimento, e os restantes 500 milhões serão assegurados por fundos do balanço das instituições de crédito aderentes.

 

Podem beneficiar desta linha de crédito empresas ou entidades com projetos aprovados no âmbito dos Sistemas de Incentivos do QREN ou do Sistema de Apoio a Ações Coletivas (SIAC), para:

a) Financiamento da contrapartida nacional privada associada à realização de operações cofinanciadas pelo FEDER;

b) Financiamento de custos de investimento não elegíveis associados à realização de operações cofinanciadas pelo FEDER, apenas para empresas;

c) Financiamento da constituição de fundo de maneio necessário para a realização de operações cofinanciadas pelo FEDER, apenas para empresas.

 

São enquadráveis no Investe QREN os projetos aprovados com uma execução inferior a 40% à data de 16 de Dezembro de 2011. O valor máximo do empréstimo por promotor é de 4 milhões de euros, sendo o prazo de financiamento até 8 anos, dos quais 2 com carência de capital, iniciando-se a contagem dos prazos na data da contratação da operação.

 

A operação aprovada pelo POR Lisboa corresponde ao reforço dos meios financeiros da SPGM - Sociedade de Investimento S.A. (adiante designada por SPGM) e do Fundo de Contragarantia Mútuo (FCGM), no âmbito do lançamento e da gestão da linha de financiamento ao investimento empresarial Investe QREN.

Estes meios financeiros podem ser decompostos em três componentes, em função do objetivo dos mesmos:

1. Reforço do capital do Fundo de Contragarantia Mútuo, necessário para efetivação da contragarantia das operações de garantia emitidas;

2. Pagamento, por exoneração das PME beneficiárias, das comissões de garantia;

3. Comissão de gestão da própria linha de crédito com garantia mútua Investe QREN.

 

Para mais informação deverá consultar a SPGM – Sociedade de Investimento, SA, entidade gestora da linha Investe QREN, e as Instituições de Crédito, que já se vincularam à Linha de Crédito Investe QREN: 

Documentos:

Sítio Acessível Level Triple-A conformance icon, W3C-WAI Web Content
Accessibility Guidelines 1.0 CCDR-LVT União Europeia / FEDER QREN - Quadro de Referência Estratégico Nacional Portugal 2007/2013 Twitter Facebook Portugal_2020 Valorizar +e+i pas Revitalizar InvesteQREN